quarta-feira, 7 de março de 2012

Os Homens Erram a Doutrina Não...


Um homem de trinta e poucos anos estava na fila do banco e começou a conversar com um distinto senhor que estava em sua frente, o homem contou que era ateu porque se desacreditou da chefia de uma Igreja que, segundo ele, muitos homens denegriram na idade média, vendendo indulgências, fazendo a inquisição e cometendo crimes em nome de Deus. O senhor, que era muito sábio e piedoso, fazendo que estava mudando de assunto perguntou se o rapaz tinha percebido que o gerente do banco era outro. Este jovem disse que já sabia e que o motivo é que o anterior foi desonesto, o senhor mudou de fisionomia e em tom amistoso e sereno fez a seguinte ponderação: “- Pois veja meu amigo, mesmo que o gerente como ser humano que é tenha errado você continua fazendo parte do banco como cliente por acreditar que a política deste banco é a melhor para você, afinal um erro humano pessoal e individual não diminui em nada a confiança que você tem no banco como instituição; agora se um padre ou papa do passado erraram como pessoa física, uma vez que também são seres humanos e tem o livre arbítrio inerente ao ser humano, portanto são passíveis de erro como tal, a gente desacreditar toda a ideologia da Igreja Católica é um contra senso, ainda mais que a Igreja foi fundada por Jesus, que todos sabemos que como filho de Deus com certeza nunca errou, e se tal Igreja fosse toda descartada em função do erro humano de alguns ele teria errado, o que, de novo, não aconteceu...”
Se alguns do passado erraram eles que foram responsáveis por seus erros não a doutrina da Igreja Católica, como católicos cremos que quando em ideologia da Igreja ( como concílios, encíclicas ou leis da igreja) o Espírito Santo não deixou cometerem erros, afinal não está em nenhum concílio, dogma ou lei da Igreja que se deve pagar por indulgências (e é na Bíblia, tradição correta católica e nestes documentos que consiste a crença real), mas se alguém usando de sua posição cobrou o que não devia e fez outros crimes isto é atitude incorreta de um ser humano errado que já respondeu ou vai ter que responder por seus atos algum dia...